Eu digo NÃO!

Em defesa da língua portuguesa, o autor deste blogue não adopta o "acordo ortográfico" de 1990 por este ser inconsistente, incongruente e inconstitucional, para além de, comprovadamente, ser causa de crescente iliteracia em publicações oficiais e privadas, na imprensa e na população em geral.


26/02/2009

Vivência cristã.

Desculpem o desabafo, mas acho que na paróquia de Santa Maria de Galegos se vive num ambiente de terrorismo, ditadura e prepotência por parte do seu responsável máximo, o padre José Araújo.
Pessoalmente não me move qualquer inimizade com este, até porque há muito deixei de participar nos momentos litúrgicos para evitar "dores de cabeça" constantes, contudo, o que me custa é continuar a ouvir as persistentes queixas dos paroquianos sobre o seu modo ditatorial, fanático e intransigente, mais papista que o Papa, nas funções que exerce.
Dá vontade de fugir ou deixar, simplesmente, de frequentar a paróquia, tal é o massacre oratório das suas homilias, nos recados e exigências aplicadas a todos aqueles que pretendam obter os diversos graus da catequese, ou simplesmente ser crismado, já para não falar do usual e costumeiro tema, sempre presente, das finanças paroquiais.
Creio que não há volta a dar, a sua forma de ser e estar não vai mudar, antes pelo contrário, vai piorar por cada dia que passe, muito mais agora que exerce, para além da responsabilidade paroquial de Santa Maria e São Martinho, também o cargo de Arcipreste Barcelense.
Diz o povo, com razão, "não se apanham moscas com vinagre", infelizmente é isso que faz, tenta cativar e domesticar as suas ovelhas com o vinagre da exigência, rigor, disciplina e obrigação, levando ao extremo as condições para que os nossos jovens obtenham o sacramento do crisma. Nada mais errado. Embora concorde e seja apologista da educação, da exigência, da disciplina e civismo, entendo no entanto que esse grau deveria ser mais condescendente e menos moroso, feito de forma mais prática e formal de maneira a não causar o trauma e a rotura total para a vivência religiosa futura desses mesmos, porque na prática é isso que acontece, com algumas poucas raras excepções, os jovens fogem escorraçados pela prática insensata, insensível e fundamentalista do abade da paróquia.
Num mundo em constante mudança, de atitudes e valores, entendo que a igreja tudo faça para defender a sua doutrina e orientações para uma melhor vivência religiosa, contudo é importante estar atento aos sinais e ao que se passa na paróquia, não é pura e simplesmente ignorar e persistir teimosamente na sua prática de conduzir o seu rebanho, há que parar, reflectir, ponderar e adoptar medidas que façam diminuir o absentismo dos paroquianos, ou alterem a sua forma quase autómato e frívola como participam nos actos religiosos da paróquia.
Vamos mudar o estado das coisas, ou continuamos na mesma?

6 comentários:

amacedo disse...

Bem haja, Francisco!

Gostaria, mais uma vez, de manifestar o meu grande apreço pelo teu blog, que de tão valiosa educação tem sido para mim, pois tenho vindo a conhecer Galegos Santa Maria como nunca pensei vir a conhecer.

Parece-me que Galegos devia aproveitar e potenciar as pessoas que, como tu, têm inestimável valor para informar, esclarecer, educar, provocar, desafiar e instruir aqueles que simplesmente não querem mudar.

A resistência à mudança é inquietante enquanto forma de vida, mas os portugueses não são estranhos a este "modus vivendi", já o sentiram bem durante 41 anos no Estado Novo!

E assim a Mudança de Mentalidade, mudança de Comportamento, Mudança de Vida não condiz com os padrões existenciais genéricos do português...

Penso que este teu post deve ser lido pelos responsáveis dos obstáculos à mudança todos os dias (especialmente quando é para auxiliar os seus conterrâneos), em vez de outras leituras nefastas e prejudiciais.

Tens e terás todo o meu apoio.

Um abraço,

AM

Anónimo disse...

e será que ele não faz nada de bom? se não vai à missa como tem a certeza do que ele disse? sempre que visito este blog só leio críticas... pense nisso! como pessoa que não mora na sua freguesia, gostaria de saber o que fazem de bom e de mau..

Cmp,

MS

Francisco de Sousa disse...

Caro(a) MS.
Não vou á missa por opção de vida, porque fiquei saturado de ouvir sempre as mesmas coisas. Além do mais, tenho muitos amigos e familiares que assistem às missas e de lá saíem a resmungar e barafustar, portanto não preciso de estar presente.
Quanto ás criticas, sim é verdade, tenho algumas, mas também tenho transmitido coisas boas que acontecem em Galegos, e não ficarei indiferente se houver algo de bom para relatar e divulgar.
Por fim, que fique bem claro, não me move nada contra o padre Araújo, falo com ele quando quiser sem problema algum, agora quanto ao seu comportamento como autoridade máxima paroquial, bom, isso já são contas de outro rosário.
Obrigado pelo comentário, estarei sempre disponível para mais esclarecimentos.
Francisco Sousa

carlos disse...

chico!... força e coragem com este blog estás a fazer um excelente trabalho tanto para nós que vivemos fora como para os que ai vivem,com ele já fiquei a saber coisas da nossa freguesia que até ao momento desconhecia.... por isso mais uma vez coragem,um grande abraço. CARLOS (OTTAWA)

Anónimo disse...

Caro Francisco,

fico à espera de saber mais coisas boas da sua freguesia. Não quero com isto criticar a sua atitude em relação ao padre de galegos, mas caso este faça algo de bom gostava também de saber. Disse que só leio criticas relativamente a este assunto (o padre), e não a outros que aqui coloca. Penso que é um assunto delicado, e da forma que fala leva a crer que só há coisas más por parte deste. Foi isto que tentei alertar. Não moro em galegos como já lhe disse, mas conheço um pouco desta freguesia uma vez que é das mais desenvolvidas de barcelos, em tudo, e é um exemplo a seguir.

Cmpt,
MS

xico disse...

oi xico,
de qui e o xico nelito de canada
so queria dizer que estou contente por saber que tem alguem que esta intressado a divulgar a historia da nossa freguesia. tenho visto muitas coisas que eu nem sabia exestiao na nossa freguesia. eu tenho a qui algumas fotos antigas. quando tiver a opornidade vou-te mandar. e sempre puseres fotos antigas, que consigir algumas nomes seria interessante para recordamos os amigos dos nossos pais. um abraco e qualquer dia.
quem me falou desta website foi o teu irmao carlos

P.S. se queres mandar qualquer coisa ou escrever para tras, manda para a minha filha mail
stephaniebento25@hotmail.com

xau