Eu digo NÃO!

Em defesa da língua portuguesa, o autor deste blogue não adopta o "acordo ortográfico" de 1990 por este ser inconsistente, incongruente e inconstitucional, para além de, comprovadamente, ser causa de crescente iliteracia em publicações oficiais e privadas, na imprensa e na população em geral.


27/11/2014

Taça de Portugal

O resultado do sorteio da Taça de Portugal realizado hoje ditou uma deslocação do Santa até à Madeira, no próximo dia 17/12/2014.
Será que se repete a graça?





Destaque


Comentem o artigo e a acusação do PSD.

26/11/2014

Presépios

Com a quadra natalícia a aproximar-se, eis alguns dos exemplares que pode adquirir directamente aos artesãos Manuel Macedo e Telmo Macedo:




 Autoria: Manuel Macedo







  Autoria: Telmo Macedo

(Fotos retiradas das páginas do facebook do Manuel Macedo e Arte Jovem)

20/11/2014

Rota do Figurado


"Minhota" do artesão Manuel Macedo,
 situada no trajecto entre a Urb. S. José e o Jardim Velho

18/11/2014

O Mestre de louça preta.


"Foi hoje colocada online no website do Museiro de Olaria de Barcelos uma obra sobre o oleiro Júlio Alonso inserido no ciclo de obras intitulado: "Histórias de vida dos oleiros e barristas de Barcelos".
Da autoria de José Viana, a obra que não chega a 30 páginas, retrata a vida de um dos artesãos barcelenses mais marcantes da sua geração."
Para ler o livro basta clicar na ligação abaixo:

13/11/2014

Destruição de mais um!





Estas imagens dizem respeito à destruição do ninho de vespas asiáticas instalado no poste de média tensão em Bacelo, efectuado pela Protecção Civil e os bombeiros.
Relembro que este ninho já aqui tinha sido notícia em 29 de Setembro do corrente ano, conforme podem comprovar aqui

Rota do Figurado de Barcelos

 "Músico cabeçudo" de Ana Baraça

"Junta de bois" de Rosa Côta (filha de Domingos Côto e Emília Maria de Faria) 


12/11/2014

Certificação do artesanato


O Figurado de Barcelos, produto artesanal certificado, constitui actualmente uma das maiores produções artesanais do concelho. Esta produção iniciou-se como uma actividade subsidiária da olaria, nos tempos livres e aproveitando pequenas porções de barro, faziam-se pequenas peças para as crianças brincarem, nomeadamente figuras de pessoas ou animais onde se colocavam na base das mesmas um apito ou instrumentos musicais (ocarinas, rouxinóis, cucos, gaitas, entre outros). O Figurado de Barcelos distingue-se de qualquer outra produção, assumindo características únicas, quer nas formas quer nas cores. Esta é portanto uma produção de excelência, sendo as mais comuns entre os vários artesãos, as de cariz religioso e festivo (santos, presépios, diabos e cristos, etc.), as referentes à vida quotidiana (profissões, pessoas, festividades, etc.), o bestiário (diabos, figuras disformes e ambíguas) e figuras várias e miniaturas onde se destaca o famoso Galo de Barcelos.
O Figurado é um instrumento da nossa cultura e história comum, que retrata em cada época, o seu tempo. É uma forma popular de expressão artística que continua "viva" e se materializa através do barro. O Figurado pintado ou vidrado tem a capacidade ímpar de retratar a evolução da nossa sociedade ao longo dos tempos e as tradições que lhe estão subjacentes nos domínios cultural, etnográfico, económico e religioso, sem prejuízo da inovação e modernidade.
Para conhecer a realidade desta que é uma das mais importantes produções da arte popular portuguesa seleccionamos os mestres artesãos que salvaguardam este contexto artístico.
(Texto retirado daqui e adaptado à forma escrita antes do acordo ortográfico)

No sítio apontado, constam os nomes dos mestres artesãos certificados, muitos deles naturais e residentes em Galegos (Santa Maria).
É o caso de Fernando Morgado, que viu a sua arte reconhecida ao ser contemplado com uma peça, "casal de minhotos", no Roteiro do Figurado.


Todos os outros artesãos de Galegos (Santa Maria) que foram incluídos no projecto, também serão alvo de destaque em futuras edições neste blog.