Eu digo NÃO!

Em defesa da língua portuguesa, o autor deste blogue não adopta o "acordo ortográfico" de 1990 por este ser inconsistente, incongruente e inconstitucional, para além de, comprovadamente, ser causa de crescente iliteracia em publicações oficiais e privadas, na imprensa e na população em geral.


23/11/2010

Crónica desportiva

O Santa Maria alinhou com: Vítor, Hilário, Magalhães, Tico, Jaca, Pedro Caravana (Paulinho, 77), Sérgio Gameiro, Vénu, Bruno Silva, Cristophe (João André, 63) e Alberto (Renato, 51).

Suplentes não utilizados: Fábio, Tiago Fernandes, Tiago Torres e Joel.

"O Juventude de Évora, da Zona Sul da II Divisão, garantiu hoje a presença nos oitavos de final da Taça de Portugal em futebol, ao vencer o Santa Maria, da III Divisão, por 3-0, na quarta eliminatória.

Numa tarde de chuva e frio na cidade de Évora, a equipa da casa foi a mais perigosa nos primeiros minutos, tendo chegado ao golo inaugural aos 18, por intermédio de Carlos Gomes, que, após cruzamento na direita, bateu o guarda-redes dos visitantes.

O Santa Maria só conseguiu chegar com perigo à baliza do Juventude de Évora perto da meia hora, quando, na sequência de um cruzamento na esquerda, o avançado Bruno Silva cabeceou fraco para defesa fácil de Tiago Martins. Em desvantagem no marcador, a equipa do concelho de Barcelos (Braga) assumiu o jogo por breves instantes e esteve perto de marcar quando o veterano Pedro Caravana fez passar a bola perto da trave, na cobrança de um livre directo.

Ainda antes do intervalo, o avançado brasileiro Rafael Couto, servido por Sebastien, não teve a calma suficiente para marcar, rematando com força e por cima da baliza do Santa Maria.

No início do segundo tempo, aos 49 minutos, o Juventude de Évora chegou ao segundo golo, através de um cabeceamento de André Xavier, na sequência de um pontapé de canto cobrado na direita por Nelson Silva. Uma das melhores oportunidades para os visitantes foi proporcionada por um cabeceamento de Malick Cissé, que, ao tentar cortar a bola para canto, ia marcando na própria baliza, mas o guarda-redes Tiago Martins estava atento e sacudiu a bola para fora.

Aos 60 minutos, lance duvidoso na grande área do Juventude de Évora, com Tico a cair e a pedir falta de Bruno Gambóias, mas com o árbitro a mandar seguir o jogo, numa decisão que, aparentemente, foi correcta.

Os visitantes reclamaram ainda a marcação de uma grande penalidade aos 85 minutos, quando Renato caiu na grande área do Juventude de Évora, na luta com Tiago Pires, mas o árbitro considerou simulação e mostrou o segundo cartão amarelo, e o consequente vermelho, ao jogador do Santa Maria.

O terceiro e último golo do Juventude de Évora chegou já perto do fim do jogo, quando o Santa Maria procurava chegar ao tento de honra.

O médio Cau centrou para Carlos Mota que, com tempo e espaço, tirou o guarda-redes da frente e colocou o esférico no fundo da baliza.

(Sapo Desporto com a Lusa)

4 comentários:

Anónimo disse...

Vergonha este Santa Maria! Já não acredito na votória contra o Limianos domingo...a jogar assim o meu santa não ganha a ninguem...É TRISTE

Maria Fátima disse...

Vamos mas é puxar para cima .FORÇA SANTA MARIA...

Anónimo disse...

Puxar para cima quando os resultados são sempre uma vergonha??
Desculpe mas já ninguem aguenta

Anónimo disse...

Eram uma vez os três
Os famosos moscãoteiros
Do pequeno Dartacão
Tão bons companheiros

Os melhores amigos são
Os três moscãoteiros
Quando em aventuras vão
São sempre os primeiros

Quando eles vão combater
Já não há rival algum
O seu lema é um por todos
E todos por um

O amor de Julieta
É o Dartacão
E ela é a predileta
Do seu coração

Dartacan, Dartacan
Correndo grandes perigos
Dartacan, Dartacan
Perseguem os bandidos
Dartacan, Dartacan
E os três moscãoteiros longe
Vão chegar

Dartacan, Dartacan
És tu e os teus amigos
Dartacan, Dartacan
Em jogos divertidos
Dartacan, Dartacan
Vocês são moscãoteiros
A lutar


Assim soma e segue o Santa Maria, (ou não), mas esta música adequasse à ocasião.... Vamos ter fé e ser crentes...