Eu digo NÃO!

Em defesa da língua portuguesa, o autor deste blogue não adopta o "acordo ortográfico" de 1990 por este ser inconsistente, incongruente e inconstitucional, para além de, comprovadamente, ser causa de crescente iliteracia em publicações oficiais e privadas, na imprensa e na população em geral.


04/03/2009

Passadeiras!

Ainda se lembram das "passadeiras", aquele atalho que utilizávamos com frequência para ir para a escola, para a igreja, para o trabalho, para o futebol, enfim, era o caminho normal para o pessoal de Santo Amaro e Portela?
Praticamente todo coberto por ramada, aí muita gente se divertiu a saltitar por cima das "patelas", a penicar uvas e a molhar os pés no rego de água que por lá passa, ou então a brincar com o gelo que se formava naqueles dias frio de inverno, a caminho da escola.
Hoje está diferente, não tem ramadas, o carreiro está mais largo e são poucos aqueles que o utilizam habitualmente, as pessoas deixaram de andar a pé, utilizam o carro para quase tudo, esqueceram-se destes caminhos.
Não se esqueçam de aproveitar os dias de sol para "matar" saudades deste, e de outros locais que ainda persistem na memória da meninice, até porque andar a pé faz muito bem, aprendemos a reparar nos pormenores que toda a vida nos escaparam, e que só com calma e vagar acabamos por descobrir.

1 comentário:

Filipe Abreu disse...

Ena, Francisco!
Que grande recordação!
Faltam realmente, as patelas e todo aquele riacho vindo de todo o lado...

É sempre uma boa sugestão, a de visitarmos os sítios que moldaram as nossas memórias e meninices.

Obrigado.
Continua! O teu blog é um bálsamo diário.